PORQUE DOAR

5 MOTIVOS PARA DOAR PARA O NEOJIBA

 

  1. Projeto de impacto social

São 4.600 crianças, adolescentes e jovens atendidos direta e indiretamente através da oferta de atividades musicais e de uma rede de atendimento social e em saúde.

 

  1. A sua doação contribuirá para a transformação da juventude baiana

75% dos integrantes dos Núcleos do NEOJIBA são crianças e adolescentes, de 06 a 17 anos. 88% se autodeclararam pardos ou negros e 77% fazem parte de famílias com renda mensal total de até 03 salários mínimos ou renda mensal per capita de até meio salário mínimo. Cada doação recebida toca mais uma vida. Quem doa transforma!

 

  1. O NEOJIBA está em áreas de vulnerabilidade social de Salvador

São 12 Núcleos em 5 municípios da Bahia que beneficiam diretamente 1.493 crianças, adolescentes e jovens, prioritariamente, em situações de vulnerabilidade social. O NEOJIBA ainda apoia 13 projetos musicais comunitários, sediados em áreas de alta vulnerabilidade social, através do NEOJIBA nos Bairros.

 

  1. Atuação no interior da Bahia

São 30 projetos musicais e filarmônicas de 25 cidades do interior do Estado, reunidos na Rede de Projetos Orquestrais da Bahia, que recebem o apoio pedagógico e de gestão do NEOJIBA.

 

  1. Projeto de excelência reconhecida nacional e internacionalmente

Foram 700 apresentações públicas realizadas para pelo menos 425 mil pessoas desde a sua criação em 2007. A Orquestra Juvenil da Bahia, principal formação musical do Programa, já realizou 6 turnês internacionais pela Europa e EUA.

 

Doe e faça parte dessa missão de transformar vidas por meio da música.

Em 2015, as doações recebidas representaram 14% do recurso captado pelo NEOJIBA. Essa verba possibilitou a manutenção de um núcleo em um bairro de Salvador durante todo o ano. O núcleo beneficiou 120 crianças e jovens com aulas semanais de iniciação musical, prática orquestral e canto coral.

 

“Minha experiência no núcleo eu defino como aprendizado constante. Desde que entrei, venho aprendendo coisas novas e lidar com a orquestra é sempre um prazer porque a gente sempre aprende mais. Eu vejo a orquestra como uma sociedade porque aqui tem pessoas com várias personalidades, com conceitos diferentes e a gente lida com isso e adquire um conhecimento constante. Os professores também trazem sua experiência de vida e é magnífico porque a gente absorve o que eles trazem. A gente aprende muito não só como instrumentistas mas como pessoas. “


Kércia Evelyn tem 15 anos, toca viola e é jovem multiplicadora no Núcleo CESA.